José jacome/Efe
José jacome/Efe

Cristina Kirchner é favorita na sucessão presidencial Argentina, diz pesquisa

Presidente tem 44% das intenções, contra 11% do prefeito de Buenos Aires; 15% estão indecisos

Efe,

26 de novembro de 2010 | 18h32

A menos de um ano das eleições presidenciais na Argentina, a presidente Cristina Kirchner conta com 44% das intenções de voto, indica pesquisa divulgada pelo instituto Equis, nesta sexta-feira, 26. Em segundo lugar está o prefeito de Buenos Aires, Maurício Macri, com 11,1%.

Outros pré-candidatos tiveram baixos índices no levantamento. O deputado federal Ricardo Alfonsín, filho do ex-presidente Raúl Alfonsín, da União Cívica Radical, tem 6,1% e o vice-presidente Julio Cobos, que rompeu com o Kirchnerismo, 4,8%.

Cerca de 15% dos eleitores se declararam indecisos. A pesquisa tem margem de erro de quatro pontos percentuais.

Cristina deve decidir no começo de 2011 se disputa a reeleição. A morte do ex-presidente Néstor Kirchner, em outubro, tornou a sucessão presidencial argentina imprevisível. Segundo analistas, Kirchner pretendia se candidatar.

Tudo o que sabemos sobre:
Eleições na ArgentinaArgentina

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.