REUTERS/Tony Gentile
REUTERS/Tony Gentile

Cristina Kirchner se reúne com Fidel e Raúl Castro em Havana

Encontro aconteceu durante a visita do papa Francisco à ilha

O Estado de S. Paulo

21 Setembro 2015 | 08h23

HAVANA - A presidente da Argentina, Cristina Kirchner, se reuniu no domingo com o histórico líder da revolução cubana Fidel Castro em sua casa em Havana, após assistir pela manhã à grande missa que o papa Francisco celebrou na Praça da Revolução, segundo a imprensa oficial da ilha.

A presidente qualificou a missa de "emocionante" e afirmou sentir como "se Che Guevara olhasse todos", já que na praça há uma grande imagem do guerrilheiro argentino. Cristina fez estas declarações à imprensa cubana no Aeroporto Internacional José Martí antes de embarcar para Buenos Aires.

Cristina Kirchner chegou à capital cubana no sábado e se encontrou com o presidente Raúl Castro no Palácio da Revolução. Ela, que visita à ilha pela quarta vez desde 2009, disse que a reunião com foi "muito boa" e "agradável", e revelou que trocaram "opiniões sobre o que acontece no mundo e na região".

Antes de se encontrar com Fidel, Cristina conversou rapidamente com o pontífice, o sétimo encontro deles desde a nomeação de Mario Jorge Bergoglio como papa.

"Pedimos o de sempre: que eu reze por ele e que ele reze por mim", informou à imprensa cubana. /EFE

Mais conteúdo sobre:
Cuba papa Cristina Kirchner Fidel Castro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.