Cristina recebeu mais verbas ilegais, diz jornal

Além da maleta com US$ 490 mil, supostamente destinados à campanha eleitoral da presidente Cristina Kirchner, outras malas com US$ 4,2 milhões teriam entrado na Argentina, divulgou ontem o jornal La Nación. O "caso da maleta" vem prejudicando o governo de Cristina, pois a cada semana surgem mais denúncias sobre o financiamento irregular que ela teria recebido do presidente venezuelano, Hugo Chávez. Grampos feitos pelo FBI no ano passado de conversas do empresário venezuelano Guido Antonini Wilson revelaram as pistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.