Cristina terá publicidade grátis em ônibus

O ministro do Transporte da Argentina, Florencio Randazzo, está preparando uma resolução que determinará a colocação de publicidade gratuita do governo da presidente Cristina Kirchner nas laterais e janelas traseiras dos ônibus de transporte urbano em todo o país.

Ariel Palacios, correspondente / Buenos Aires, O Estado de S.Paulo

11 Junho 2013 | 02h04

A informação foi divulgada por altas fontes da Casa Rosada ao jornal La Nación, que ressaltou que as empresas que se negarem a colocar a publicidade do governo (e a simultânea remoção das publicidades das empresas privadas) ficariam sem os milionários subsídios mensais que o Estado argentino concede há vários anos às companhias de transportes, assoladas por déficits crônicos.

Mais de 17 mil ônibus que circulam em Buenos Aires e na Grande Buenos Aires teriam de exibir a publicidade do governo Kirchner. Além deles, milhares de outros ônibus no restante do país também estariam sujeitos à determinação.

O plano do governo começaria daqui a 60 dias, a tempo do início da campanha eleitoral para as convenções partidárias de agosto. Em outubro o país terá decisivas eleições parlamentares. No ano passado, as tarifas de transporte público de Buenos Aires, que havia anos estavam congeladas, foram reajustadas após discussão entre o governo federal e municipal.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.