Critica de Chávez a Bush prejudica Venezuela, diz Clinton

O ex-presidente dos Estados Unidos Bill Clinton afirmou que o presidente venezuelano, Hugo Chávez,cometeu um erro que prejudica seu próprio país ao chamar George W. Bush de "diabo" na Assembléia Geral da ONU. "Gostaria que ele (Chávez) não tivesse dito isso. Não prejudicou os EUA,mas sim a si mesmo e a seu país", disse Clinton. Numa entrevista à rede de televisão CNN, o ex-presidente americano defendeu o direito de Chávez de discordar de Bush, mas criticou a "demonização pessoal". A fórmula é perigosa, segundo Clinton, que denunciou que muitagente está morrendo atualmente por causa de "palavras pouco cuidadosas" de pessoas que buscam seus objetivos ofendendo os outros. Em discurso no plenário da Assembléia Geral das Nações Unidas, o presidente da Venezuela convocou a comunidade internacional a se erguer contra as pretensões hegemônicas americanas que, na sua opinião, põem em perigo a sobrevivência do planeta. Ele afirmou que a maior ameaça são as pretensões e estratégias "imperialista" dosEUA. "O diabo está em casa. Ontem o diabo veio aqui. Este lugar cheira a enxofre", disse Chávez em referência à participação de Bush naAssembléia Geral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.