Críticas de Romney à Olimpíada irrita os britânicos

Mitt Romney pode ser juntamente o que a Olimpíada de Londres precisava. Em pouco mais de 24 horas no Reino Unido, o candidato do Partido Republicano à presidência dos Estados Unidos fez os britânicos pararem de reclamar do trânsito, do aumento de preços e da segurança - e começarem a se orgulhar do esperado evento.

AE, Agência Estado

27 de julho de 2012 | 10h36

Do primeiro-ministro David Cameron até o trabalhador londrino, os britânicos não gostaram da sugestão do visitante americano de que os problemas logísticos encontrados até agora são "desconcertantes". "Nós estamos realizando os Jogos Olímpicos em uma das cidades mais ativas, movimentadas e agitadas do mundo. Claro que é mais fácil se você faz a Olimpíada no meio do nada", afirmou o geralmente diplomático Cameron, referindo-se à uma das realizações de que Romney tem mais orgulho, os Jogos de Inverno de Salt Lake City, em 2002.

O prefeito de Londres, Boris Johnson, também entrou na questão, usando as críticas de Romney como um estímulo para as dezenas de milhares de pessoas que reuniram-se no Hyde Park na noite de quinta-feira: "Tem um cara chamado Mit Romney que quer saber se estamos preparados. Estamos preparados !? Sim, nós estamos!". As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
Reino UnidoRomneyOlimpíada

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.