Cronologia

26/6: Dois chineses da etnia uigur morrem em confronto com rivais da etnia han, em meio a manifestações ocorridas numa fábrica na Província de Guangdong (Cantão), no sul da China5/7: Cerca de 3 mil uigures protestam no centro de Urumqi contra as mortes de dois operários uigures no dia 26. Mais de 20 mil militares reprimem a marcha, deixando um saldo de mais de cem mortos e de mil feridos7/7: Mulheres da etnia uigur protestam contra a detenção de seus maridos. Milhares de hans armados saem às ruas de Urumqi, em Xinjiang, e ameaçam atacar muçulmanos uigures8/7: Preocupado com os distúrbios, o presidente chinês, Hu Jintao, deixa a reunião de cúpula do G-8 na Itália para voltar a ChinaOntem: Governo chinês ordena fechamento de mesquitas e diz que 184 pessoas morreram nos distúrbios do dia 5. Do total de mortos, 137 eram chineses hans, 46 uigures e 1 da etnia hui

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.