Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
AP Photo/Oded Balilty
AP Photo/Oded Balilty

Cronologia: A política de Donald Trump para os palestinos

Presidente americano deve revelar detalhes sobre o plano de paz para israelenses e palestinos; saiba como ele vem tratando o tema desde que chegou à presidência americana

Redação, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2020 | 12h00

WASHINGTON - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, informou que revelará detalhes sobre o plano de paz para israelenses e palestinos nesta terça-feira, 28. Saiba como ele vem tratando o tema desde que chegou à presidência americana: 

2017 ​

Fevereiro 

Presidente Donald Trump abandona a solução de dois estados para o conflito entre israelenses e palestinos - até então, foco da política de Washington para o Oriente Médio; 

Dezembro

Trump reconhece Jerusalém como capital de Israel, irritando o mundo árabe e alguns aliados ocidentais; 

2018

Janeiro 

EUA retêm US% 65 milhões em ajuda à UNRWA - agência de assistência da ONU para mais de cinco milhões de refugiados palestinos; 

Maio

EUA transferem sua embaixada em Israel de Tel-Aviv para Jerusalém - 53 palestinos são mortos por tropas israelenses em protestos na fronteira de Gaza com Israel; 

 

Agosto 

Washington suspende fundos da UNRWA - cerca de US$ 360 milhões/ano;

Setembro 

Administração Trump encerra a missão da Organização pela Libertação da Palestina em Washington por requerer medidas contra Israel no Tribunal Criminal Internacional; 

2019 ​

Março 

Trump reconhece oficialmente a soberania de Israel nas Colinas do Golan ocupadas, conquistadas da Síria em 1967; 

A administração encerra o Consulado dos EUA em Jerusalém - canal diplomático com os palestinos - transferindo as operações para a nova embaixada em Israel; 

8 de Junho

​Embaixador dos EUA David Friedman diz que Israel tem direito a anexar partes da Cisjordânia; 

25-26 Junho 

Casa Branca realiza sessão do plano Paz para a Prosperidade no Bahrein para fomentar o investimento para os palestinos como lançamento do "acordo do século" de Trump; 

Líderes palestinos boicotam o evento e rejeitam o plano revelado por Jared Kushner, genro e assessor de Trump, prevendo o investimento de US$ 50 bilhões ao londo de dez anos; 

2020 ​

28 de janeiro 

Trump promete revelar detalhes sobre seu plano de paz para israelenses e palestinos, que ameaçaram se retirar dos Acordos de Oslo se o presidente americano levar projeto adiante. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.