Cronologia do conflito entre Israel e o Hezbollah

Principais ocorrências do conflito entre o exército de Israel e os milicianos xiitas do Hezbollah, com o 19º dia de confrontos entre as partes, marcado pela morte de 57 civis em um edifício bombardeado por Israel neste domingo.12 de julho:- Milicianos do Hezbollah capturam dois oficiais israelenses na fronteira com o Líbano para negociar a libertação de presos árabes e o exército israelense ataca posições do grupo xiita libanês.- Hezbollah e Israel trocam tiros na parte norte da fronteira. A milícia dispara mísseis Katyusha contra o norte de Israel. Morrem oito israelenses.- Israel ataca alvos no sul libanês, e carros blindados israelenses invadem essa região em busca dos dois soldados reféns. A força aérea bombardeia 30 alvos libaneses.13 de julho:- Aviões israelenses bombardeiam o aeroporto de Beirute.- Foguetes do Hezbollah atingem várias cidades fronteiriças. Morre uma cidadã argentina.- Israel ataca Tiro e Nabatea, destrói dez pontes e danifica a sede da emissora de televisão ligada ao Hezbollah. A milícia lança dezenas de mísseis contra Israel.- A Força Aérea israelense bombardeia os aeroportos militares libaneses de Riak e de Kleyat, no norte.- Caem dois foguetes em Haifa. Um total de 700 mil israelenses passam a noite em abrigos.- A marinha israelense ataca o sul de Beirute.14 de julho:- A força aérea israelense bombardeia uma ponte da estrada que une Beirute a Damasco, um bairro do subúrbio da capital libanesa onde está o comando do Hezbollah e a central elétrica de Jiyyeh.- Ataques israelenses deixam 61 mortos, segundo a televisão libanesa.- O Hezbollah dispara 37 mísseis, 20 deles contra Safed, no norte de Israel, e deixa 25 feridos.- A força aérea israelense bombardeia o aeroporto de Beirute, uma ponte e uma base do Hezbollah em um bairro do sul do Líbano.- Míssil Katyusha provoca a morte de quatro israelenses no Estado judeu e ataque deixa 60 feridos.15 de julho:- Hezbollah ataca com um míssil um navio de guerra israelense perto de Beirute. Desaparecem quatro oficiais da embarcação. Segundo Israel, o míssil tem procedência iraniana.- Israel bombardeia a passagem fronteiriça de Masnaa, entre Síria e o Líbano.- Bombardeio israelense contra o sul de Beirute deixa 15 mortos.- O Hezbollah atinge pela primeira vez Tiberíades.- Israel bombardeia vários portos, o farol de Beirute, e as cidades de Jounieh, Amchit e Trípoli.16 de julho:- Mísseis do Hezbollah atingem Haifa e Akko. Morrem oito pessoas.- Israel ataca Trípoli e causa três mortes.- Israel bombardeia um edifício com civis em Tiro. Dez morrem.- Oito pessoas falecem na explosão de uma bomba lançada pela força aérea israelense no sul do Líbano.17 de julho:- Ataques israelenses em Baalbeck e Trípoli deixam 17 mortos.- Bombardeio da artilharia israelense contra alvos libaneses mata dois civis.- O Hezbollah ataca Haifa e deixa três feridos.- Morrem 12 civis libaneses na cidade litorânea de Romeila após o lançamento de um míssil israelense.18 de julho:- Israel bombardeia Tiro. Desaparecem dois membros da Finul (Força Interina das Nações Unidas no Líbano).19 de julho:- Bombardeios israelenses no sul do Líbano, que se estendem a áreas cristãs, deixam 50 mortos.- Aviões israelenses lançam 23 toneladas de explosivos contra um bunker em Beirute onde poderiam estar dirigentes do Hezbollah.20 de julho:- Israel retoma seus bombardeios contra Beirute, enquanto o Hezbollah anuncia a morte de quatro soldados do Estado judeu.21 de julho:- Míssil do Hezbollah atinge uma base das forças da ONU e Israel intensifica operações no Líbano com milhares de soldados.22 de julho:- Forças israelenses tomam, após violentos confrontos, a aldeia de Maroun al-Ras.- O Hezbollah lança 65 projéteis contra a Galiléia, e Israel ataca mais de 70 alvos no Líbano, deixando três mortos.23 de julho:- Israel retoma seus ataques contra o sul de Beirute.- A Força Aérea israelense causa pelo menos três mortes e ferimentos em um observador da ONU.- Ataques do Hezbollah deixam dois mortos e cerca de dez feridos em Haifa.24 de julho:- Desde o início do conflito, mais de 370 libaneses e 37 israelenses morreram. Seguem as hostilidades. 25 de julho:- Mísseis Katyusha disparados pelo Hezbollah atingem o norte de Israel e deixam um morto.- Israel retoma seus ataques contra o sul de Beirute.26 de julho:- ONU confirma ataque aéreo israelense contra a Finul com quatro observadores da organização mortos.27 de julho:- Gabinete israelense decide não ampliar as operações no Líbano.28 de julho:- Israel ataca 130 alvos no Líbano. Segundo o governo libanês a guerra já deixou 600 mortos libaneses.- O Hezbollah lança 110 mísseis sobre Israel.- Exército israelense diz que matou 26 milicianos do Hezbollah.29 de julho:- O Hezbollah disparou desde 12 de julho 1.646 foguetes contra Israel, dos quais 432 deixaram 19 mortos após terem caído em zonas habitadas, segundo a polícia israelense.- Pelo menos 12 mortos em Nabatea e Ain Arab, no sul do Líbano, pelos mísseis lançados pela força aérea israelense.30 de julho:- Israel bombardeia a cidade de Qana, no sul do Líbano. Morrem pelo menos 57 pessoas. Condoleezza Rice suspende sua viagem ao Líbano.- O Hezbollah dispara mais de 80 mísseis contra Israel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.