CS da ONU aprova envio de tropas etíopes ao Sudão

O Conselho de Segurança (CS) da Organização das Nações Unidas (ONU) ordenou o envio de 4.200 mantenedores de paz etíopes para o disputado território sudanês de Abyei, em uma tentativa de controlar as tensões antes da divisão da parte sul do Sudão da metade norte. O CS, que tem 15 membros, votou unanimemente pela resolução estabelecendo um mandato para monitorar a retirada das tropas do norte do Sudão que ocuparam Abyei em 21 de maio, fazendo com que mais de 100 mil pessoas fugissem para o sul.

AE, Agência Estado

27 de junho de 2011 | 15h39

Com a violência também ameaçando o vizinho Estado de Kordofan do Sul, a ação de Cartum elevou as tensões antes da declaração de independência, marcada para 9 de julho. Abyei, que fica na fronteira entre as duas partes do país, é reivindicada tanto pelo governo do norte quanto pelo sul. Um acordo de paz apoiado pela União Africana para desmilitarizar o território foi fechado em 20 de junho, na capital da Etiópia, Adis-Abeba.

O embaixador da ONU no Sudão, Daffa-Alla Elhag Ali Osman, disse que as forças de Cartum devem se retirar em breve, logo que as tropas etíopes sejam enviadas. O embaixador francês da ONU, Gerard Araud, pediu um mandato "robusto", notando que as investigações sobre supostos abusos contra os direitos humanos devem ser permitidas. A resolução também ordena que a Força Interina de Segurança da ONU para Abyei (UNISFA) proteja civis e "a área de Abyei de incursões de elementos não autorizados". As informações são da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
ONUpazSudão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.