CS lamenta massacre de Qana e pede fim da violência

O Conselho de Segurança da ONU (CS) lamentou neste domingo, 30, a perda de vidas inocentes no massacre de 57 civis em um bombardeio da Força Aérea do Estado judeu em Qana (sul libanês), e ressaltou a necessidade de pôr fim à violência no Oriente Médio. Mas continuou sem condenar as ações de Israel no Líbano e sem fazer um pedido de cessar-fogo.Este foi o resultado da reunião de emergência convocada pelo secretário-geral da ONU, Kofi Annan, que solicitou aos membros do CS que condenem o ataque israelense de hoje na cidade libanesa de Qana e façam um pedido de suspensão imediata das hostilidades.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.