Efe
Efe

Cuba anuncia unificação monetária

Peso, usado nas transações estatais, e o CUC, referência no varejo, serão integrados

O Estado de S. Paulo,

22 de outubro de 2013 | 13h50

 HAVANA - O governo de Cuba anunciou hoje a extinção do sistema de moeda dupla em vigor na ilha há mais de duas décadas. A unificação do peso comum, com o qual os cubanos recebem seus salários e pagam por alguns produtos e serviços básicos, e o CUC, e usado no turismo e na venda de produtos importados, será implementada em etapas e faz parte das reformas econômicas implementada pelo regime de Raúl Castro.

"O conselho de ministros concordou em colocar em vigor o programa de execução de medidas que conduzirão à unificação monetária e cambial", informou o governo por meio da imprensa estatal.

Em discurso em julho, Raúl considerou a moeda dupla como um dos obstáculos mais importantes para o progresso do país. O CUC, calculado com base no dólar, vale 25 vezes mais que o peso comum.

Segundo economistas, o processo deve levar até um ano e meio e deve consistir numa desvalorização do CUC paralela a uma apreciação do peso.

" A unificação não resolve todos os problemas atuais da economia, mas sua aplicação é imprescindível para restabelecer o valor do peso cubano e sua função como moeda."

O governo informou ainda que a população não será afetada e todos os depósitos bancários serão respeitados. O peso cubano é usado para transações entre empresas estatais, pagamento de serviços públicos, que são amplamente subsidiados, e na compra de alimentos. O CUC tem um papel importante na economia cubana e é a referência usada no varejo. / REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Cuba

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.