Cuba celebra hoje 55 anos da Revolução

O presidente Raul Castro retornou hoje a sua terra natal na região leste de Cuba para celebrar os 55 anos do ataque liderado por seu irmão Fidel Castro que deu início à revolução. Ele fará hoje um discurso em rede nacional diretamente dos alojamentos militares de Moncada, em Santiago, para comemorar o Dia da Revolução. O discurso do presidente será acompanhado por todos que esperam sinais de modestas reformas prometidas quando ele tomou posse, cinco meses atrás. Desde então, ele liberou mais terras do Estado para fazendeiros privados e legalizou o uso de celulares para cidadãos comuns. Duas semanas atrás, ele sugeriu que um novo programa de reformas pode ser realizado em função dos altos preços de alimentos e combustíveis. Aos 77 anos, Raul é considerado pelos cubanos como um "homem da terra", mais que o próprio Fidel. "Raul é um homem do povo e de Santiago", disse Elizabeth Trumpeta, administradora de 42 anos. "Ele pode ir para Havana, viver e trabalhar lá, mas seu coração está em Santiago", afirma.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.