Cuba desmantela quadrilha de tráfico de cocaína

Um tribunal cubano impôs pesadas sentenças a 14 pessoas, sendo pelo menos sete estrangeiros, por envolvimento numa quadrilha de tráfico de drogas. A operação de contrabando de tóxicos era tão grande, para os padrões cubanos, que o jornal Granma dedicou uma página inteira ao caso. A quadrilha, liderada por Marlon Marcos Mathilda, teria trazido cerca de 20 quilos de cocaína a Cuba, ao longo de uma série de cinco viagens de ?mulas?, transportadores de droga, à ilha. Embora Mathilda não tenha sido capturado, as autoridades identificaram seu principal cúmplice em Cuba como sendo Jorge Luis Ane Pantiaga, que dava abrigo às ?mulas?, preparava e distribuía a droga e remetia os lucros a Mathilda. Ane Patiaga foi condenado à prisão perpétua. Outros envolvidos, incluindo cubanos e cidadãos de Curaçau e da Espanha, receberam sentenças entre 30 e 20 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.