Cuba e Venezuela fecham projetos de US$ 1,5 bilhão

A VII Comissão Mista Cuba-Venezuela concluiu na quarta-feira seus trabalhos em Havana com um ato comandado pelo presidente provisório cubano, Raúl Castro, e 355 projetos conjuntos no valor de US$ 1,5 bilhão.A ministra de Investimento Estrangeiro e Colaboração Econômica de Cuba, Marta Lomas, e o ministro de Energia e Petróleo da Venezuela, Rafael Ramírez, assinaram um acordo de construção de 11 usinas para a produção de etanol e desenvolvimento da produção de cana.Os documentos foram assinados após a exibição de uma gravação da conversa de terça-feira, por telefone, entre os presidentes de Cuba, Fidel Castro, e da Venezuela, Hugo Chávez. No ato, Lomas destacou o aumento da cooperação entre os doispaíses desde a primeira reunião da comissão mista, em dezembro de 2000, com 31 projetos e um orçamento de US$ 28,5 milhões.A ministra lembrou que a Alternativa Bolivariana das Américas (Alba), "do qual este convênio faz parte", criou nove empresas mistas nas áreas de construção civil, naval, transporte, petróleo e gás, assim como cultura e bancos.Cuba recebe cerca de 98 mil barris de petróleo diários daVenezuela, que são pagos com serviços, principalmente na área da saúde, educação e esporte, de acordo com dados oficiais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.