Cuba permite que filhos se reúnam ao pai em Miami

Em um caso que lembra a saga do garoto Elián González, o governo comunista de Cuba autorizou a viagem de uma menina e de seu meio-irmão para que se reúnam a seu pai em Miami, um médico cubano que desertou no ano passado e agora vive nos Estados Unidos.De acordo com familiares das crianças, Havana está organizando a documentação necessária para que as crianças saiam de Cuba. Segundo uma tia da menina, a obtenção dos documentos "está ocorrendo em tempo recorde"."Eles têm nos tratado muito bem", disse uma sorridente Tania Córdova, tia da pequena Gisella Córdova.Segundo Córdova, as crianças partirão apenas no dia 3 de julho em um vôo a Miami, com escala em Cancún.Gisella, de quatro anos, e seu meio-irmão, Yusniel Hernández, de 11, são filhos da mesma mãe, Rosalba González, com quem deveriam viajar a Miami para se reunirem com o médico cubano. No entanto, a mulher faleceu no dia 17 em um acidente de motocicleta.Os parentes esperavam que o governo cubano desse facilmente a autorização para a saída da pequena Giselle, mas achavam que seria mais complicado obter a permissão para o menino, já que seu verdadeiro pai está vivo e reside em Havana.O pai de sangue do menino, no entanto, autorizou sua saída, argumentando que não queria separá-lo de sua irmã, e que o médico cubano havia vivido com o menino desde que ele tinha dois anos.O médico cubano Leonel Córdova - pai da menina e padrasto de Yusniel - vive há quase um ano em Miami, onde chegou depois de protagonizar uma fuga espetacular de uma missão de médicos cubanos na África.O caso dos meninos lembra, pela perda da mãe e a separação do pai, o do pequeno balseiro Elián González, que desde o final de novembro de 1999 e por sete meses foi o centro de uma amarga disputa legal entre Havana e os Estados Unidos.Em uma coincidência de datas, Giselle e Yusniel receberão seus documentos exatamente no dia do primeiro aniversário do regresso de Elián a Cuba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.