Cuba propõe compensar americanos se sanção cair

O chanceler cubano, Felipe Pérez Roque, propôs ontem compensar cerca de 6 mil firmas e cidadãos americanos cujas propriedades foram nacionalizadas após a revolução de 1959 se os EUA puserem fim a seu embargo econômico de quase quatro décadas contra a ilha. A proposta foi feita durante a sessão da Assembléia-Geral da ONU que aprovou, por 167 votos a 3, uma resolução exortando os países a não seguir o embargo econômico americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.