Cuba publica livro com denúncias contra dissidentes

Com a presença do chanceler Felipe Pérez Roque, jornalistas cubanos lançaram um livro contendo entrevistas com 12 agentes secretos do governo infiltrados na dissidência que se opõe ao regime de Fidel Castro, além de documentos do serviço de espionagem. O livro, Los ´disidentes´, é de autoria de Luis Báez e Rosa Miriam Elizalde, dois jornalistas ligados à imprensa estatal.Os agentes secretos testemunharam contra 75 ativistas, cujos julgamentos foram duramente condenados em todo o mundo. Segundo as autoridades cubanas, a oposição na ilha é organizada e sustentada pelos EUA. A publicação ?esclarece como surgem os chamados dissidentes... não surgem como um processo autróctone do povo cubano?, disse Pérez Roque.Entre as fotos publicadas há imagens de dissidentes presos - como Martha Beatriz Roque, Héctor Palacios e Raúl Rivero - reunidos com o chefe da representação americana em Cuba, James Cason, e outros diplomatas. Também são reproduzidos supostos recibos de pagamentos e promessas de pagamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.