Cultivo da folha de coca cresce no Peru e na Bolívia

O cultivo da folha de coca, matéria-prima da cocaína, cresceu pelo quarto ano consecutivo no Peru, segundo dados divulgados hoje pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC, na sigla em inglês). Foram mapeados no país 3.800 novos hectares de cultivos ilegais de coca, passando de 56.100 hectares em 2008 para 59.900 hectares em 2009, um aumento de 6,8%.

AE-AP, Agência Estado

22 de junho de 2010 | 19h13

O UNODC afirmou que a Colômbia, apesar de ter registrado uma queda no número de cultivos, permanece como o primeiro país em número de hectares de plantação da folha de coca. Os cultivos passaram de 81 mil hectares em 2008 para 68 mil hectares no ano passado, uma redução de 16%.

Na Bolívia, houve crescimento para um total 30.900 hectares no ano passado, um aumento de 1% em comparação com 2008, quando foram produzidos 30.500 hectares, segundo Aldo Lale-Demoz, representante do órgão na Colômbia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.