"Cumprida" tarefa de reconquistar Faluja

O assessor de segurança do governo interino no Iraque, Qassem Dawoud, disse neste sábado que a ofensiva para recuperar Faluja "foi cumprida". Cerca de 1.000 combatentes morreram e 200 foram capturados. No entanto, o chefe terrorista jordaniano Abu Musab al-Zarqawi e o líder insurgente de Faluja Abdula al-Janabi escaparam, disse Dawoud.Para o assessor de segurança, o que restam são bolsões maléficos com os quais estão lidando. Dawoud também informou que 90% dos residentes em Faluja deixaram a cidade antes de começar a ofensiva de segunda-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.