Cunhado odiado por parte da família

Assef Shawkat tinha um cargo inferior ao do ministro da Defesa, Dawoud Rajha. Mas sua importância era muito maior. Afinal, era cunhado de Bashar Assad - casado com a irmã mais velha do clã, Bushra.

O Estado de S.Paulo

19 de julho de 2012 | 03h02

Ainda jovem, Shawkat apaixonou-se pela jovem filha do então líder sírio, Hafez Assad. aA família e, em especial, o filho mais velho de Hafez, Bassil, não gostavam dele, apesar de seu histórico militar e de também ser alauita. O problema era a sua origem mais humilde. Por um período, chegou a ser preso para ser afastado da filha do líder sírio.

Com a morte de Bassil em um acidente de carro, Shawkat voltou com a mulher e acabou crescendo no regime, evitando se expor.

Bashar Assad, assim como o pai, confiava nele, apesar de sempre haver discordâncias. Nos últimos tempos, conviviam bem. Vinha até mesmo servindo como conselheiro do ditador sírio.

Por outro lado, se envolvia em choques com Maher, o caçula dos Assad, que já teria até mesmo disparado contra ele. / G.C.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.