REUTERS/Jonathan Ernst
REUTERS/Jonathan Ernst

Cúpula com Kim contribuiu para evitar catástrofe nuclear, diz Trump

Em tuíte, presidente americano diz que, por causa do encontro, não há mais lançamentos de mísseis, testes nucleares ou pesquisas

O Estado de S.Paulo

13 Junho 2018 | 00h07

WASHINGTON - A cúpula de Donald Trump com o líder norte-coreano Kim Jong Un ajudou a livrar o mundo da "catástrofe nuclear", disse o presidente dos EUA nesta terça-feira. 

"O mundo deu um grande passo atrás de uma catástrofe nuclear em potencial!" - tuitou Trump. 

"Não há mais lançamentos de mísseis, testes nucleares ou pesquisas! Os reféns estão de volta em casa com suas famílias. Obrigado ao presidente Kim, nosso dia juntos foi histórico!".

Trump e Kim apertaram as mãos em Cingapura nesta terça-feira, em um encontro sem precedentes que viu o líder da democracia mais poderosa do mundo colocar a terceira geração de uma ditadura dinástica, em pé de igualdade diante das bandeiras de suas nações. 

Na cúpula, Trump enfatizou o que a Coreia do Norte tem a ganhar abandonando suas armas nucleares e reingressando na comunidade internacional - um assunto que ele retornou no Twitter. 

"Não há limite para o que a Coreia do Norte pode alcançar ao desistir de suas armas nucleares e abraçar o comércio e o engajamento com o mundo. O presidente Kim tem diante de si a oportunidade de ser lembrado como o líder que inaugurou uma nova era gloriosa de segurança e prosperidade para seus cidadãos!" - escreveu Trump. 

"Quero agradecer ao presidente Kim por dar o primeiro passo ousado em direção a um novo futuro brilhante para o seu povo". / AFP

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.