Dalai-lama critica guerra dos EUA contra o terrorismo

O dalai-lama criticou a guerra liderada pelos Estados Unidos contra o terrorismo, e disse que o uso de força retaliatória poderá levar a mais sofrimento. "O terrorismo não pode ser vencido pelo uso de força, porque isto não atinge os complexos problemas subjacentes", disse o dalai-lama em um comunicado. "De fato, o uso de força não apenas falha na resolução do problema como serve para exacerbá-lo e geralmente leva, em seu rastro, mais destruição e sofrimento". Ele não explicou o que quis dizer com "problemas subjacentes". O dalai-lama vem repetidamente expressando sua oposição ao uso de violência em disputas, mas esta é aprimeira vez que ele se posiciona com veemência contra as ações dos Estados Unidos contra o Taleban e a Al-Qaeda. "Os ataques (terroristas) nos Estados Unidos foram chocantes, mas a retaliação, que envolve o uso de mais violência, talvez não seja a melhor solução", disse, em um comunicado emitido em Dharamsala, a cidade do norte da Índia aonde vive.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.