Dalai Lama deixa hospital em Nova Délhi após cirurgia

O Dalai Lama deixou o hospital em que estava internado na capital indiana hoje, seis dias depois de se submeter a uma cirurgia para a retirada de um cálculo na vesícula biliar. "O Dalai Lama está bem e se recuperou totalmente da cirurgia", disse Tenzin Takhla, porta-voz do líder espiritual. O religioso budista passará os próximos dias em Nova Délhi, descansando e se encontrando com fiéis. Ele já planeja viajar para o Japão, ainda em outubro.O Dalai Lama geralmente passa boa parte do ano em viagens, falando sobre o budismo e também da luta dos tibetanos por mais liberdade, sob o regime chinês. O religioso vive na cidade de Dharmsala, no norte da Índia, onde estabeleceu seu governo no exílio após fugir do Tibete em seguida a um golpe fracassado contra Pequim, em 1959. Além de visitar o Japão, o religioso de 73 anos seguirá para Bélgica, República Checa e Polônia em novembro e dezembro, segundo o porta-voz.Após uma série de protestos em março, o regime chinês aumentou seus ataques ao Dalai Lama, acusando-o de liderar uma campanha pela separação do Tibete do resto da China. O religioso nega tal intenção, afirmando que busca apenas mais autonomia para a região no Himalaia, a fim de proteger a cultura budista única que há na área.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.