Dalai Lama é hospitalizado em Bombaim

O Dalai Lama foi levado de avião, neste domingo, até um hospital na cidade de Bombaim, assim que os médicos detectaram uma protuberância no seu estômago, segundo informaram fontes médicas e aeroportuárias. O líder supremo dos budistas tibetano foi transladado em um helicóptero do governo, do centro religioso de Gaya, no estado oriental de Bihar, até a capital estatal de Patna. De Patna, o Dalai Lama viajou em um avião privado até Bombaim, onde será internado no hospital Lilawati, informaram alguns de seus assessores. O líder tibetano viaja acompanhado por dois funcionários do governo federal, seus assessores mais próximos e uma equipe de médicos, disseram as autoridades aeroportuárias. A decisão foi tomada logo que a equipe médica o examinou, na noite de sábado, em um monastério budista em Bodhgaya, onde ele estava desde a semana passada, segundo seu assessor de imprensa, Masood Butt. Bodhgaya é um complexo de templos no estado oriental indiano de Bihar, que marca o lugar onde segundo os budistas foi iluminado o fundador de sua religião, Siddharta, que se converteu depois em Buda. Bodhgaya fica a 130 quilômetros a nordeste de Patna. O Dalai Lama começou a sofrer uma dor abdominal aguda no dia 15 de dezembro. Seus problemas de saúde o obrigaram a cancelar sua participação nas cerimônias especiais chamadas Kalchakra ou roda do tempo, previstas para começar na segunda-feira. O Dalai Lama saiu do Tibete em 1959, com milhares de simpatizantes, após confronto contra o regime chinês. Deste então, lidera um governo no exílio, na cidade de Dharamsala, na Índia. Recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1989, por sua luta contra a ocupação da China.

Agencia Estado,

27 Janeiro 2002 | 11h06

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.