Dalai Lama pede à China que pare de usar a 'força bruta'

O Dalai Lama apelou às liderançaschinesas nesta sexta-feira que parem de usar a "força bruta"contra os manifestantes tibetanos. "Esses protestos são uma manifestação do profundoressentimento do povo tibetano em relação ao governo atual",disse ele em comunicado. "Então, eu apelo à liderança chinesa que pare de usar aforça e preste atenção no ressentimento do povo tibetano,dialogando com o povo tibetano." (Reportagem de Simon Denyer)

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.