Daniel Ortega se reúne com Fidel Castro em Cuba

Socialista é o terceiro chefe de Estado a visitar Cuba desde 7 de junho

Agencia Estado

18 Junho 2007 | 09h48

O líder cubano, Fidel Castro, que se recupera de uma cirurgia há mais de dez meses, se reuniu no sábado, 16, com o presidente da Nicarágua, Daniel Ortega, durante quatro horas.Fontes oficiais informaram por comunicado em Havana que o encontro "foi um novo passo no aprofundamento das relações bilaterais entre Nicarágua e Cuba".De acordo com o comunicado, Castro e Ortega conversaram sobre a cooperação entre os dois países em educação, economia energética na Nicarágua "e outros temas de interesse nacional ou mundial, como a mudança climática e os biocombustíveis"."O companheiro Fidel ficou muito satisfeito com o encontro com Daniel, a quem agradeceu suas múltiplas intervenções denunciando o terrorista Posada Carriles e outras muitas demonstrações de solidariedade com Cuba", acrescenta o comunicado. O texto se refere ao dissidente Luis Posada Carriles, acusado de terrorismo por Cuba e pela Venezuela.Daniel Ortega, que chegou a Havana na noite de sexta-feira, foi acompanhado por sua esposa, Rosario Murillo, coordenadora do Conselho de Comunicação e Cidadania da Nicarágua.De manhã, Ortega foi recebido pelo presidente em exercício de Cuba, Raúl Castro, e outros dirigentes cubanos, "com quem abordou importantes assuntos relativos ao desenvolvimento dos laços de colaboração entre os dois países".O socialista Ortega é o terceiro chefe de Estado a visitar Cuba desde 7 de junho, quando o presidente da Bolívia, Evo Morales, viajou à ilha para se reunir com o presidente cubano, Fidel Castro, que se recupera de uma doença que o obrigou a delegar seus cargos em 31 de julho do ano passado.O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, também se reuniu com Fidel na terça-feira passada durante seis horas."Fidel tem o uniforme aí, olha de soslaio, mas ainda está se aquecendo. Ele não está pronto para voltar ao trabalho", disse Chávez na quarta-feira em Havana.Tanto Chávez quanto Morales tiveram ainda encontros com Raúl Castro, irmão de Fidel. Não foram divulgadas imagens das reuniões de Morales e Chávez com Fidel Castro.Ritmo de atividadeO presidente cubano aumentou seu ritmo de atividade durante junho. No último dia 2 recebeu o secretário-geral do Partido Comunista do Vietnã, Nong Duc Manh.Fidel continua escrevendo novos artigos da série de "reflexões", que vem publicando na imprensa local desde o final de março. No dia 5, a televisão cubana divulgou a primeira entrevista concedida por ele nos dez meses de convalescença.Na entrevista, gravada um dia antes, o comandante da revolução conversou durante pouco mais de 50 minutos sobre diferentes assuntos e afirmou que faz o que deve fazer, em referência ao processo de recuperação.No dia seguinte, Raúl Castro, como presidente em exercício, afirmou que seu irmão tinha estado "magnífico" e brincou: "Assim eu começo a trabalhar menos".Fidel Castro não aparece em público desde 26 de julho do ano passado, dias antes de tornar pública sua doença intestinal.

Mais conteúdo sobre:
FidelCubaOrtega

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.