Davos: Ucrânia foca no combate da corrupção para obter mais empréstimos

A Ucrânia irá focar no combate da corrupção para convencer os credores internacionais e obter mais empréstimos, disse Dmytro Shymkiv, vice-chefe da administração presidencial da Ucrânia, durante o Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça, neste sábado.

Estadão Conteúdo

24 de janeiro de 2015 | 13h36

Shymkiv pediu paciência, observando que grandes reformas levam tempo para que sejam feitas democraticamente.

Em meio a uma guerra na região leste, a Ucrânia pede mais crédito para solucionar seus problemas econômicos, além dos já obtidos no ano passado com o Fundo Monetário Internacional (FMI), União Europeia e Estados Unidos.

O FMI e a União Europeia já disseram que novos empréstimos serão impossíveis se o País não acelerar seus esforços para a reforma da economia.

"Vamos começar contra a corrupção", disse Shymkiv.

O governo também tentará abrir o sistema judiciário, simplificar o serviço público e aplicar uma lei de revisão, segundo Shymkiv, durante o fórum de Davos. Fonte: Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
DavosUcrâniacorrupção

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.