De la Rúa anuncia pacote na Argentina

?Este é o único plano, e ele não é negociável.? Com estas palavras, o presidente Fernando de la Rúa anunciou ontem à noite, em rede nacional de TV, a adoção do impopular pacote de ajuste fiscal, que reduzirá imediatamente em 13% os salários dos funcionários públicos do governo federal e as aposentadorias acima de US$ 300. Com o ajuste, que pretende conseguir o déficit fiscal zero, o governo privilegiará o pagamento da dívida externa pública e deixará em segundo plano os funcionários públicos e aposentados, pagando a estes somente o que puder a cada mês. Mesmo sem ainda contar com apoio definido de seu partido e da oposição, De la Rúa também deixou claro que não aceitará os planos alternativos para o ajuste que estavam sendo elaborados pelo setor da coalizão de governo controlada pelo ex-presidente Raúl Alfonsín. Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.