De La Rúa reduz salário em 50%

O presidente da Argentina, Fernando De la Rúa, anunciou ontem que vai reduzir seu salário em 50% e abrirá mão do décimo terceiro salário. Esta é a segunda vez que o presidente reduz o seu salário. A primeria vez foi de 12% em maio do ano passado, baixando o valor de US$ 4,280 mil para US$ 3,767 mil e agora com o novo corte receberá apenas US$ 1,8 mil mensais. A medida está sendo interpretada como preocupação de De la Rúa com as eleições no Congresso em outubro. Foi mais um gesto de De La Rúa para reforçar sua imagem social faltando apenas quatro meses para as eleições legislativas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.