De la Rúa revoga estado de sítio na Argentina

Fernando De la Rúa já deixou a Casa Rosada. O último ato antes de perder a faixa presidencial foi a revogação do decreto de estado de sítio, baixado há dois dias. A sede do governo argentino espera agora o novo presidente do país que por, pelo menos 48 horas, será o senador Ramón Puerta, presidente do Senado.De la Rúa tinha decretado estado de sítio na quarta-feira à noite para frear a onda de saques asupermercados e ao comércio, mas a medida acentuou a insatisfação da população com seu governo e ampliou a revolta. Os enfrentamentos dos últimos dois dias deixaram um saldo de mais de 20 mortos e centenas de feridos.O presidente argentino apresentou sua renúncia ontem à noite, após fracassar na tentativa deformar uma coalizão governamental com a oposição peronista. De la Rúa disse sentir um "grande pesar pelos episódios de violência e agressão" que marcaram sua saída do poder. E reclamou da falta de apoio da oposição.Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.