De militar a ministro do Supremo

Eladio Aponte Aponte, de 63 anos, era um modesto advogado militar até que sua carreira decolou como resultado de um expurgo nos quartéis promovido por Hugo Chávez depois da fracassada tentativa de golpe que sofreu em abril de 2002. Até agora, não há clareza sobre as razões que o levaram a cair em desgraça no campo chavista.

O Estado de S.Paulo

20 de abril de 2012 | 03h05

Oficialmente, ele foi destituído do cargo de vice-presidente da Suprema Corte pela Assembleia Nacional - que o acusou de ter autorizado a emissão de um documento especial de identidade para Walid Makled, um empresário venezuelano preso por acusações de tráfico de drogas. Makled, que é procurado nos EUA por narcotráfico.

Como magistrado, decidiu pela libertação de um tenente-coronel, Pedro Maggino, que foi segurança da mãe de Chávez e vinha sendo acusado de ajudar a traficar 2 toneladas de cocaína.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.