De volta ao Paquistão, Bhutto se diz contra estado de emergência

A ex-primeira-ministra do Paquistão,Benazir Bhutto, voltou ao país neste sábado e disse que planejase encontrar com líderes políticos para discutir uma estratégiade reverter a decisão do presidente paquistanês de suspender aConstituição. Bhutto chegou ao Paquistão de avião, vinda de Dubai, logoapós o presidente Pervez Musharraf declarar estado deemergência e suspender a Constituição do país. Ela também disse acreditar que o estado de emergência é umplano de Musharraf para atrasar as eleições "por pelo menos umou dois anos". "O povo quer liderança. Voltei ao país para poder encorajaras pessoas, para levantar seu moral", disse ela à Sky News aochegar ao Paquistão. "Planejo me encontrar com outros líderes políticos departidos e discutir com eles uma direção de ação para revertera suspensão da Constituição."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.