Debate nos EUA tem regras até para maquiagem de candidatos

A "constituição" do debate presidencial desta quinta-feira entre George W. Bush e o senador John Kerry apresenta detalhes minuciosos que estabelecem regras para a iluminação do palco, maquiagem dos candidatos, filmagem dos debatedores, tamanho do auditório e até mesmo a disposição dos familiares dos candidatos na platéia. Segundo analistas, as 32 páginas de regras procuram diminuir ao máximo a possibilidade de que ocorram surpresas durante as deliberações.As regras também servem para manter a distância entre os candidatos. "Debates presidenciais são muito mais oratória paralela do que debate de verdade", afirma David Steinberg, diretor do programa de debates da Universidade de Miami.Sem espontaneidadeSteinberg diz que espera um encontro com poucos ataques, mantendo uma espécie de etiqueta que deve beneficiar a ambas as campanhas, ao evitar desgastes."Eu acho que eles são aconselhados a ser muito sutis em qualquer ataque. É importante que eles sejam percebidos como cativantes pelo público. Quando atacam (como foi por exemplo, o caso de Al Gore em 2000), eles tendem a ser recebidos negativamente pelos eleitores", afirma."O que eu acho que vamos ouvir, o que se espera por causa da recente mudança de estratégia adotada pelo senador Kerry em sua campanha, serão afirmações firmes das diferenças entre Kerry e Bush."As regrasAs regras do debate - que terá 1h30, sem intervalos - reforçam a preocupação com a imagem. Uma delas estabelece que cada candidato poderá ter no palco seu próprio maquiador, por exemplo.Outra diz que apenas o candidato que estiver falando poderá ser filmado, eliminando assim imagens embaraçosas do adversário bocejando ou fazendo alguma outra coisa "inesperada".Os candidatos não poderão fazer perguntas um para o outro. Eles irão responder a questões feitas apenas pelo moderador e terão 2 minutos para isso. Em seguida, o adversário poderá fazer comentários por 1,5 minuto, e a tréplica será de 1 minuto.Outras regras se referem à iluminação do palco, que deve permitir que o candidato "seja mostrado de uma forma atraente para transmissão eletrônica".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.