Debate sobre armas causa indignação

Ao comunicar à imprensa que o presidente americano, Barack Obama, tinha sido informado sobre o massacre, o porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, foi questionado sobre se o crime acelerará o debate sobre o controle da venda e o porte de armas de fogo nos EUA. "Não creio que hoje seja o dia para discutir essa possibilidade", respondeu o funcionário. Indignado com a declaração, o jornalista Piers Morgan, apresentador da emissora americana CNN, afirmou em sua conta no Twitter: "O porta-voz da Casa Branca, Jay Carney, está certo - hoje não é o dia para debater o controle de armas. Ontem era o dia para debater isto." A fúria do jornalista foi retuitada por milhares de usuários do microblog. / AFP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.