Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Debate sobre programa nuclear do Irã acaba sem acordo

A rodada de conversações entre o Irã e o grupo chamado P5+1, formado pelos cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (Estados Unidos, Rússia, China; França e Reino Unido) mais a Alemanha, sobre o programa nuclear iraniano não conseguiu atingir um acordo após dois dias de negociações. No entanto, a chefe de assuntos externos da União Europeia, Catherine Ashton, disse neste sábado que o processo diplomático deve continuar.

AE, Agência Estado

06 de abril de 2013 | 12h38

Catherine apontou que as partes envolvidas nas discussões retornariam a seus países e avaliariam qual o próximo passo para a negociação antes de decidir sobre futuras reuniões. Segundo ela, o Irã e as seis potências discutiram o programa nuclear iraniano "com mais detalhes do que nunca". Ela disse ainda que havia um movimento de avanço e recuo entre as partes.

Mas, em uma entrevista coletiva no final dos dois dias de conversas, ela afirmou que os dois lados continuam distantes: "O que importa no final é substância, e... Ainda estamos em uma distância considerável". O negociador-chefe iraniano na questão nuclear, Saeed Jalili, falaria na noite de sábado sobre as discussões.

O P5+1 insiste que o Irã interrompa o enriquecimento de urânio, mas Teerã afirma que tem o direito a manter o programa nuclear e diz não ter interesse de usar a tecnologia para fabricar armas. Para fazer concessões, o país quer mais alívio às sanções do que os seis países estão oferecendo. As informações são da Associated Press e da Dow Jones.

Tudo o que sabemos sobre:
Irãprograma nuclear

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.