Declaração

Principais pontos do documento de Bariloche:Segurança - Determina o fortalecimento da América do Sul como zona de paz, sela compromisso com a confiança mútua em matéria de segurança e defesa, rejeita o uso da força contra a integridade territorial de outro Estado-membro da UnasulCooperação - Estabelece a colaboração mútua na luta contra o terrorismo, o narcotráfico, o tráfico de armas, além de rechaçar a ação de grupos armados ilegaisEstrangeiros - Afirma que a presença de forças militares estrangeiras não pode ameaçar a paz, a soberania ou a integridade dos países pertencentes ao bloco Nova reunião - Estabelece novo encontro, a ser realizado na primeira quinzena de setembro, com o objetivo de discutir a evolução da questão da segurança da região e criar medidas para incentivo da confiança e da segurança de modo a complementar os instrumentos já existentes da OEAFronteiras - Põe sob responsabilidade do Conselho de Defesa a análise da situação nas fronteiras. Órgão deve levar as conclusões para os governos da Unasul Estratégia regional - O Conselho Sul-Americano de Luta contra o Narcotráfico fica encarregado de elaborar um plano de ação regional para melhorar o combate ao tráfico de drogas e de armas

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.