Declaração sobre estupro derrota republicano

Todd Akin perdeu a eleição por uma vaga no Senado por Missouri. Ele provocou polêmica em agosto ao dizer que "se o estupro for legítimo, o corpo feminino tem como interromper a coisa toda (a gravidez)". Após as declarações, ele foi abandonado pelo Partido Republicano. Akin é deputado há 12 anos e foi derrotado pela democrata Claire McCaskill. Ela obteve 54% dos votos e Akin recebeu 39%. De acordo com pesquisas de boca de urna, o alto comparecimento de mulheres jovens e negras foi decisivo para a derrota do republicano. A maioria dos eleitores do Estado disse que levou a declaração em consideração na hora de votar. Akin chamou ainda a ajuda do governo aos mais pobres de "terceiro estágio do câncer do socialismo".

WASHINGTON, O Estado de S.Paulo

08 de novembro de 2012 | 02h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.