Declarado fim da guerra civil em Serra Leoa

O governo de Serra Leoa declarou oficialmente o fim da guerra civil de dez anos e ateou fogo a milhares de armas dos ex-combatentes, nos arredores da capital. Com tochas de fogo, o presidente de Serra Leoa, Ahmed Tejan Kaba, e o de Gana, John Kufuor, atearam fogo nesta sexta-feira a 2.991 armas automáticas e fuzis. "Há não muito tempo, as chamas da guerra estavam consumindo sem piedade milhares de vidas inocentes e incontáveis propriedades em praticamente todas as partes do nosso país", disse Kaba em uma cerimônia nas redondezas de Freetown. Serra Leoa vinha sendo devastada por uma guerra desde 1991, quando os rebeldes da Frente Unida Revolucionária se rebelaram para depor o governo e tomar o controle das lucrativas jazidas de diamantes deste país africano.

Agencia Estado,

19 Janeiro 2002 | 17h14

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.