Defesa do Japão poderá interceptar míssil norte-coreano

O secretário-geral do Gabinete japonês, Osamu Fujimura, disse nesta sexta-feira que as forças de defesa do Japão receberam a ordem de interceptar qualquer míssil norte-coreano, caso ele se dirija para cair em território japonês. "A ordem (para derrubar o míssil caso ele tenha como destino o Japão) foi emitida às 21h50 desta quinta-feira, no horário de Brasília", disse Fujimura.

EQUIPE AE, Agência Estado

06 de dezembro de 2012 | 23h31

"Em circunstâncias normais, nós não esperamos qualquer escombro (do míssil da Coreia do Norte)", afirmou Fujimura, mas o governo está "colocando em prática medidas como preparação ao inesperado".

Ele acrescentou que os ministros que participarão das próximas eleições colocarão suas campanhas em espera, e estarão a postos em Tóquio durante a manhã nos dias em que a Coreia do Norte informou que faria o lançamento. As informações são da Dow Jones.

Mais conteúdo sobre:
JapãoCoreia do Nortemíssil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.