Deficiente é linchado por destruir imagem hindu em Bangcoc

Um deficiente mental que tinha destruído com golpes de martelo uma das imagens religiosas hindus mais veneradas da capital tailandesa foi linchado por populares, segundo fontes da polícia. Thanakon Pakdipol, de 27 anos, foi atacado quando saía do santuário de Erawan, situado no centro de Bangcoc, após destruir a famosa estátua de quatro faces de Brahma, uma das divindades hindus. O responsável do distrito local, coronel Supisarn Pakdinarunart, declarou que dois empregados do serviço municipal de limpeza foram detidos por terem supostamente participado do linchamento No santuário de Erawan, construído há mais de cinco décadas, oram diariamente milhares de pessoas de diversas religiões.

Agencia Estado,

21 Março 2006 | 06h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.