Déficit fiscal dos EUA atinge nível recorde em fevereiro

Resultado foi estimulado pelo plano de incentivo a economia em 2009

Efe,

11 de março de 2010 | 05h56

O déficit do orçamento fiscal dos Estados Unidos chegou em fevereiro ao nível recorde de US$ 221 bilhões, em consequência dos esforços do Governo para incentivar a economia, informou hoje o Departamento do Tesouro.

 

No início do ano passado, o Executivo do presidente Barack Obama anunciou um plano de recuperação econômica com um custo total de US$ 787 bilhões.

 

Durante o mês passado, a despesa governamental foi de US$ 328,4 bilhões, enquanto a receita somou US$ 107,5 bilhões, segundo o relatório do Tesouro.

O déficit superou em 14% o de fevereiro do ano passado (US$ 193,8 bilhões).

 

A revista BusinessWeek publicou em sua página na internet que os números demonstram que o déficit fiscal de 2010 vai superar o do ano fiscal que terminou em setembro passado (US$ 1,4 trilhões).

 

O déficit correspondente aos cinco primeiros meses do atual ano fiscal chegou a US$ 651,6 bilhões, contra 328,4 bilhões no mesmo período do ano anterior.

 

Em declaração perante uma Comissão de Dotações Orçamentárias da Câmara de Representantes, o secretário do Tesouro, Timothy Geither, afirmou que o déficit é "altamente insustentável", mas está ajudando a recuperação da economia.

 

Segundo o relatório governamental, a coleta de impostos e outras receitas aumentaram em 23% em comparação com os valores de um ano atrás.

Tudo o que sabemos sobre:
DéficitfiscalEUArecordeeconomia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.