Definição sobre programa nuclear do Irã não sai hoje

Os 35 países membros do Conselho de Governadores da Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) continuam nesta terça-feira, em Viena, as deliberações sobre assuntos internos, deixando para abordar, provavelmente a partir da quarta-feira, o polêmico programa nuclear do Irã.Segundo fontes ligadas à AIEA, o dossiê iraniano não será tratado antes de quarta-feira. Em todo caso, não se espera nenhum tipo de resolução ou decisão. O diretor-geral da AIEA, Mohamed ElBaradei, pediu ao Irã que "a cooperação necessária" para resolver a disputa nuclear com a comunidade internacional.O embaixador dos Estados Unidos na AIEA, Gregory Schulte, disse que "a Junta não está buscando uma decisão sobre o Irã, que deve ser tomada não em Viena, mas em Teerã"."Os EUA e os outros membros da Junta esperam que o Irã decida abandonar qualquer atividade relacionada ao enriquecimento de urânio, incluindo sua pesquisa e desenvolvimento. Além disso, deveria aproveitar a grande oportunidade diplomática que tem à sua frente", acrescentou o diplomata.Todos estão à espera de uma resposta do Irã à proposta internacional apresentada na semana passada pelo chefe da diplomacia da União Européia (UE), Javier Solana. Até agora, os sinais são mistos, entre aprovação reservada e rejeição.Os cinco membros permanentes do Conselho de Segurança da ONU (EUA, Rússia, França, China e o Reino Unido) e a Alemanha, no dia 1º de junho, fecharam um pacote de incentivos e ameaças para convencer ao Irã a abandonar o enriquecimento de urânio. Solana disse em Luxemburgo que aguarda para esta semana uma primeira manifestação do Irã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.