Delegação sueca visita detento em Guantánamo

Uma delegação da Suécia visitou um cidadão sueco detido numa base naval norte-americana, ao lado de outras 600 pessoas, no âmbito da guerra dos Estados Unidos contra o terrorismo, informou nesta quinta-feira um porta-voz da chancelaria sueca. Mehdi-Muhammed Ghezali foi detido no Paquistão em dezembro de 2001 e transferido para a base em Guantánamo, Cuba. "A visita ocorreu. Não podemos forncer mais informações antes do retorno da delegação à Suécia e da apresentação de seu relatório", disse Jan Janonius, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Suécia.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.