Delitos diminuem nos EUA

A taxa de crimes violentos caiu 15% nos Estados Unidos em 2000, representando a maior redução num período de 12 meses nos 27 anos em que os dados são pesquisados pelo Escritório de Estatísticas sobre Justiça.Segundo a pesquisa, a porcentagem de delitos contra a propriedade - como furtos - e roubos de automóveis também diminuiu, com uma queda de 10% em relação a 1999.O informe indicou que houve 25,9 milhões de delitos violentos e contra a propriedade em 2000, quase 3 milhões a menos do que no ano anterior. Em 1973, quando foi iniciada a pesquisa, foram registrados 44 milhões de delitos.De acordo com o escritório de estatísticas, a taxa de delitos violentos começou a cair em 1994.Alguns especialistas citam uma variedade de motivos para explicar o declínio na criminalidade nos EUA, incluindo o envelhecimento da população, a maior idade da geração do pós-guerra, um alívio no consumo de cocaína e crack da década de 80 e uma economia em expansão.Durante o governo de Bill Clinton, os republicanos admitiam o declínio, mas afirmavam que ele não era resultado direto das políticas democratas. Eles atribuíam a mudança a uma aplicação mais estrita da Justiça, maior número de prisões e sentenças mais severas.O atual secretário de Justiça, John Ashcroft, classificou de "estimulante" a queda no número de delitos, mas afirmou que "devemos seguir trabalhando para impedir o delito e responsabilizar aqueles que violam as leis".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.