Demitido mata três ex-colegas nos EUA

Um homem, aparentemente enfurecido após ser despedido de uma empresa de segurança, matou a tiros três ex-colegas de trabalho em Sacramento, a capital da Califórnia. Joseph Ferguson, de 20 anos fugiu e estaria fortemente armado e com um colete à prova de balas, segundo seu pai, que deu por falta de várias armas na casa em que os dois vivem.As autoridades dizem não saber o que teria levado Ferguson a cometer os crimes no sábado à noite, embora suspeitem que estejam relacionados com sua demissão da Burns Security, na semana passada, por motivos desconhecidos. Nos dias seguintes à sua demissão, ele deu vários telefonemas a colegas ameaçando matá-los.Em Sacramento, o sargento da polícia Daniel Hahn disse que Ferguson pode estar com um carro roubado de uma outra ex-colega de trabalho, que ele algemou em uma árvore no zoológico da cidade, depois dos assassinatos. No local dos crimes a polícia achou balas de fuzis AK-47, de espingardas e de pistolas. "As vítimas levaram vários tiros", disse Hahn.As duas primeiras vítimas eram duas guardas que estavam na empresa. Os outros dois corpos foram encontrados na Miller Park Marina, 16 quilômetros ao norte.É a segunda chacina em Sacramento em menos de um mês. Há cerca de três semanas o ucraniano Nikolay Soltys matou a facadas seis parentes, incluindo sua mulher, que estava grávida, e um filho de 3 anos. Ele foi preso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.