Demitidos da Guinness terão 10 anos de cerveja grátis

Os 140 trabalhadores da fábrica da Guinness em Dundalk, na República da Irlanda, perderam seus empregos, mas, pelo menos, poderão afogar suas mágoas gratuitamente em cerveja durante os próximos 10 anos. Segundo oacordo de rescisão trabalhista, os mais velhos receberão da empresa 14 garrafas por semana, enquanto que os mais jovens receberão apenas 24 latas duas vezes por ano. A Guinness decidiu fechar sua fábrica em Dundalk, próximo à fronteira com a Irlanda do Norte, mas negociou com os sindicatos uma indenização que seencontra entre as mais generosas já concedidas na Irlanda. Além das cervejas grátis, os trabalhadores obtiveram uma liquidação de US$ 160.000 no caso dos mais jovens e US$ 68.000 para os maiores de 50 anos, que receberão também uma pensão anual de US$ 22.000.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.