Olivier Douliery/AFP
Olivier Douliery/AFP

Democrata Adam Schiff vai liderar acusação de impeachment de Trump

Outros seis nomes foram anunciados para a equipe; Donald Trump fala em 'golpe orquestrado'

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de janeiro de 2020 | 14h04

WASHINGTON - O presidente do Comitê de Inteligência da Câmara dos Deputados dos Estados Unidos, Adam Schiff, vai liderar a acusação contra o presidente Donald Trump no julgamento do impeachment no Senado, informou nesta quarta-feira, 15, a líder democrata Nancy Pelosi. 

Ele liderou a investigação da Câmara que levou à acusação de Trump por abuso de poder obstrução do Congresso. Outros seis congressistas foram nomeados: Jerry Nadler e Hakeem Jeffries, de Nova York, Zoe Lofgren, da Califórnia, Jason Crow, do Colorado, Val Demings, da Flórida e Sylvia Garcia, do Texas. 

Pelos afirmou que uma resolução será votada para formalizar a equipe e disse que o presidente dos Estados Unidos não está acima da lei e será responsabilizado. 

Em reação, Donald Trump afirmou que o processo de impeachment contra ele é um "golpe orquestrado" pelos democratas. "Aqui vamos nós de novo, outro golpe orquestrado pelos democratas que não fazem nada", tuitou o presidente segundos depois que Nancy Pelosi, líder da Câmara dos Representantes, revelou os nomes da equipe. / AFP

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.