Democrata anuncia vitória em Estado que decidirá o Senado

Com o controle do Senado americano dependendo do resultado da apuração no estado da Virgínia, o candidato pelo Partido Democrata Jim Webb tomou como base sua pequena vantagem para declarar-se senador eleito nesta quarta-feira. Entretanto, o candidato republicano George Allen recusou-se em conceder a derrota. Após a derrota do republicano Conrad Burns no estado de Montana, a corrida na Virgínia tornou-se a última disputa senatorial não concluída no país. Os democratas já contam com 50 cadeiras no Senado, e uma vitória de Webb daria ao partido o controle total da Casa. Na Câmara dos Representantes (deputados) os democratas conquistaram ampla maioria, conquistando até o momento 229 cadeiras contra 196 dos republicanos. Com mais de 99% dos votos apurados, Webb conta com uma vantagem de 6.700 votos sobre Allen. Caso Allen entre com um pedido de impugnação do resultado final das eleições, a apuração pode se prolongar até o mês que vem. Uma lei do estado da Virgínia prevê que, caso um dos candidatos termine a meio ponto percentual de seu oponente, pode pedir a impugnação dos resultados, e solicitar uma nova contagem dos votos, paga pelo governo. Com uma margem superior a meio ponto percentual, mas menor que 1%, pode ser pedida uma nova apuração, mas o candidato deverá custear o processo, caso o resultado se mantenha inalterado. Na noite de terça-feira, Webb se declarou vencedor das eleições, em um ato realizado em sua sede eleitoral. Já Allen previa que a apuração continuaria durante toda a noite. Vitória forçada Movendo-se rapidamente para estabelecer-se como o vencedor, Webb começou a formar sua equipe de transição horas após proclamar vitória. ?Os votos foram contados e Jim ganhou?, disse a porta-voz da campanha de Webb, Kristian Denny Todd. Alguns votos em branco ainda precisam ser contados, ela acrescentou, mas Webb os considera ?mera formalidade?. A campanha de Allen, no entanto, informou que o senador irá esperar por todo o processo - que é uma recontagem dos números fornecidos pelos funcionários eleitorais locais. Pela lei, essa checagem deve ser completada até a próxima terça-feira. Ainda segundo o comando do Partido Republicano no estado, o senador não decidiu se irá pedir uma recontagem. Segundo assessores do candidato republicano, Allen está preocupado com o número de erros verificados nas urnas eletrônicas durante o pleito. Eles acrescentaram também saberem que houve fraude. Webb, que aguarda o resultado com seus familiares, informou nesta quarta-feira que não irá fazer aparições públicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.