Democratas lançam plataforma para saúde nos EUA

O partido democrata norte-americano formulou um conjunto de princípios neste sábado onde se compromete a garantir assistência médica para todos. Isso deve lançar um debate possivelmente acalorado e colocar o partido mais perto da posição defendida pela concorrente derrotada de Barack Obama, Hillary Clinton.Obama, que deverá em breve ser oficialmente indicado como candidato do partido à presidência dos EUA, não chegou a propor a cobertura de saúde universal. Ele propõe tornar o seguro-saúde mais barato e ajudar as famílias mais pobres a pagar por ele. Consultores de Obama e de Hillary disseram na reunião de plataforma do partido que estavam contentes com o compromisso, que foi aprovado sem oposição ou explicações sobre como a assistência médica poderá ser garantida. Em troca desse comprometimento, os ativistas abriram mão de uma proposta mais rígida, de um sistema administrado pelo governo, e de outra emenda que elegia o plano de Hillary como o único a seguir.Democratas unidosO partido, agora, declara-se "unido em torno do compromisso de que todo homem, mulher e criança norte-americanos tenham a garantia de uma assistência de saúde ampla a acessível".Em qualquer que seja os sistema que vier a vigorar, a maior parte das pessoas continuará pagando pelo seguro-saúde como se faz hoje, mas haverá ajuda quando necessário. Essa era uma característica comum dos planos apresentados por Obama e Hillary nas primárias. Mas Hillary defendia que todos tivessem acesso ao seguro, enquanto que Obama planejava que isso fosse obrigatório apenas para as crianças.

(AE), Agencia Estado

09 de agosto de 2008 | 17h48

Tudo o que sabemos sobre:
EUAdemocratassaúde

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.